sexta-feira, 15 de maio de 2015



"De solidão a gente também vive. De silêncios, de sons. A gente vive do jeito que escolheu viver. E não há nada que o outro queira fazer para modificar isso. Na alma ninguém manda. E o coração vive de avisos. Sinais que a gente carrega para aprender a escutar mais o que precisamos dentro da gente. E ninguém consegue entender isso."

(Sil Guidorizzi)

Nenhum comentário: