terça-feira, 18 de setembro de 2012

Me descuido e vou...



"Sigo à risca. Me descuido e vou… Quebro a cara. Quebro o coração. Tropeço em mim. Me atolo nos cinco sentidos. 
Viver não é perigoso? Então, com sua licença! Não tenho medo. Nasci assim. Encantado pela vida. O sertão é dentro da gente.
Ah, como não? Aqui tudo é achado. Somos ferro e fogo. Perigo nunca falta! 
Sertão é igual coração. Se quiser, que venha armado! Tudo é igual. Aqui se vive. Aqui se morre. Dentro e fora da gente. Confusão demais em grande demasiado sossego."

(Guimarães Rosa)

Nenhum comentário: