terça-feira, 4 de setembro de 2012

Liberdade...

"Eu estava a me corroer por dentro e cansada de ficar a remoendo meus fracassos.
Eu já estava sem espaço para mais remorsos,e sem espaço para crer nas coisas boas da vida.
Estava cansada de andar falsamente com a guarda sempre levantada,e de me sentir sempre entre a cruz e a espada.


Só que agora resolvi romper psicologicamente todo o esforço de me manter distante dos meus medos.
Busquei a força que antes não tinha pois havia me acostumado a viver de ilusão.
Antes me sentia afundada em lama dos pés até o pescoço,e não percebia que ainda restava a cabeça, que eu poderia respirar e pensar na melhor forma de como sair dali.

Agora me resta estrangular tudo que foi antes puramente alimentado e criado pelo meu passado,e fazer com que eu veja realmente o que precisa ser valorizado e exaltado.
Minha maior obrigação nesse momento é comigo mesma de ver meu futuro de forma composta de obstáculos, mas que agora eu posso superar por estar muito mais forte.
Não tem mais porque eu ficar deitada em um leito de dores e amarguras que por pura covardia poderia quase se denominar morte.

Chega de me esconder,recuar,temer...
Sei que não estarei isenta de mais lutas, situações onde me encontrarei frente a frente com o meu passado sombrio novamente, só que depois de anos enclausurada no meu próprio Eu, aprendi que posso passar por tudo que ousar parar na minha frente e me interromper do futuro que eu mereço, almejo e que desejo ter, pois a luz interior que possuo é infinitamente maior que qualquer escuridão de abismos que eu possa novamente me meter.

Me sinto preparada,pois aprendi depois de ser esbofeteada inúmeras vezes pela vida., que você vence quando enxerga que só basta confiar plenamente em si mesmo."

Sol Almeida Bianchi

Nenhum comentário: