quarta-feira, 14 de março de 2012

O lado quente do Ser...

Eu gosto de ser mulherSonhar arder de amorDesde que sou uma meninaDe ser feliz ou sofrerCom quem eu faça calorEsse querer me iluminaE eu não quero amor nada de menosDispense os jogos desses mais ou menosPra que pequenos víciosSe o amor são fogos que se acendemSem artifíciosEu já quis ser bailarinaSão coisas que não esqueçoE continuo ainda a sê-laMinha vida me alucinaÉ como um filme que façoMas faço melhor aindaDo que as estrelasEntão eu digo amor, chegue mais pertoE prove ao certo qual é o meu saborOuça meu peito agoraVenha compor uma trilha sonora para o amorEu gosto de ser mulherQue mostra mais o que senteO lado quente do serQue canta mais docemente (Maria Bethânia)

Nenhum comentário: