sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Me calar...jamais!

Quando vi que mansidão,com fraqueza é confundida.
E o portador da virtude,tem de tolerar TUDO prostrado.
Saí do meu silêncio e vim enfatizar que não temo esse
Sistema frio,de despotismo infestado.
Ser vítima,não quero,não sou,em nenhum momento.
Faço da,dor meu remédio,esse é meu exercício.
E deixo que o tempo mostre,aos desprovidos de
sentimento,que ignora a dor do outro,não
merece sacrifício.
Entretanto,não posso dar palco,nem aplaudir jamais.
Quem se acha no direito,de manter o dedo em riste.
Nem vou discutir a nuance,da liberdade de expressão,
com quem se quer se dá conta,que somos todos
iguais.
Caminho sem reconhecer as sutis e velhas estratégias
dos que em lixos verbais,transformam o que deveria
ser arte.
O verdadeiro poder não alardeia,sem ruido se
expressa.
O "lixo" ignoro,já que do meu repertório,não faz parte.
Declaro,que sancionei na minha vida um decreto.
Não me intimida quem vive nos becos sem
"identidade".
Porque "agir na sombra",é o ato mais covarde...
Como quem sopra,para aliviar a dor das marcas.
Quero "fazer a diferença" e transmiti-la pelo olhar
Marcada,porém inteira,fico,porque aqui é meu lugar!
(Glória Salles)

2 comentários:

Jane Teixeira disse...

Olá Vivian, eu sou Jane, professora de São Bernardo. Parabéns pelo seu blog eu amei!!!
Me identifiquei muito com os posts e mais ainda com o seu playlist rs.
Tenho outras musicas maravilhosas neste estilo, se te interessar seria uma honra pra mim compartilhá-lo com vc.
Um abraço! Jane

Vivian disse...

Olá Jane,perdoe o atraso em respondê-la,perdoe mesmo,fui ver seu comentário hoje(vergonha rs...)
Seja MUITO bem vinda ao meu cantinho e que bom que gostou!!Olha gostaria sim de conhecer essas canções,fico no aguardo e qq coisa me add no face.
Super bjo!!