sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Pedaços...


"Os dias tem sido difíceis, e eu de vidro. Nem preciso mais do décimo nono andar para me quebrar novamente, qualquer queda ultimamente tem feito grandes estragos. Não sei o que me falta, se é motivação, se é fé, sei que enquanto caminho me perco.
Perdido em meus silêncios, escrevo para amenizar a dor, a vida por mais bonita que seja parece não ser suficiente, estou exausto, mesmo assim continuo caminhando.
Parar é desistir e desistir nunca foi saída, muito menos refúgio.
Estou recolhendo meus cacos enquanto sangro."

Nenhum comentário: