segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Olhos Azuis...


"Tuas mãos percorreram sobre meu corpo
Invasoras, escorregaram sobre minhas curvas
Deslizaram a roupa sobre as pernas trêmulas
As palavras falhando e a visão já turva.

Não era meu gosto, entregar-me a ti
Mas foi num instante em que vacilei
Olhei pra teus olhos azuis cor de anil
E sem pudores a ti me entreguei.

Tua mão era firme e teu peito acalento
Teu beijo era tácito e harmonioso
Que esqueci de meus planos, pejos e medos
E me desagüei em teu colo vicioso.

Os fios do teu cabelo
Doirados e vivos como raios de sol
Misturavam-se na valsa lasciva
Que dançávamos harmônicos sobre o lençol.

Assim em teu peito debruçada
Passou-se o dia a rolar sem pressa
Seduzida por teus olhos de firmamento
Estes olhos de oceano azuis sem promessa."

Nenhum comentário: